terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

O termo América Latina

Agora já é tarde da noite. Ou melhor já é de madrugada. Chego um pouco mais de meia-noite da faculdade. Estudo na Uneb em Caetité e volto para minha cidade Igaporã, a qual fica a 45 km. Normalmente tenho disposição para a viagem, às vezes, aproveito e cochilo um pouco.

Hoje tive aula de Conflitos Sociais da América Latina no século XX, o professor é Genilson Ferreira da Silva, além disso é coordenador do nosso departamento de História. Admiro como profissional, é daquele tipo que gosta do que faz, quando entra na sala, dá aula sem preguiça e fala do início ao final. Tem uma cabeça bem aberta, uma visão ampla e critica do mundo, sobretudo, da América. O que me fascina em suas aulas é a capacidade de ver o avesso de todas as coisas.

Hoje, discutiu sobre o nome América Latina. Pois, existe uma divisão entre a América (Estados Unidos) e a outra América Latina. Na verdade isso foi uma construção histórica e ideológica. Os estadunidenses usam o nome América (dando entender que somente eles são americanos), inclusive, até mesmo os jornalistas e os escritores de jornais e revistas, chamam os EUA de a América. Esse termo, América Latina, foi construído no século XIX por alguns escritores Latinos que viviam na Europa, alguns paises tinham planos de dominar a América, a partir do México.

Os Estados Unidos passaram a adotar o termo América Latina, para o outro espaço, pois, este espaço era de pessoas mestiças e sem chances de grandes realizações, portanto, deveriam ser dominados. O século XIX, houve muito crescimento industrial, descobertas como a eletricidade, o navio a vapor, começou a usar o petróleo como força motriz da indústrias.

O século XX foi de grande desenvolvimento, contudo, teve duas guerras. O professor Genilson, falou que os países ricos como os Estados Unidos se enriquecem com as guerras. Como teve as duas grandes guerras mundiais. Os Estados unidos, país bélico, vendeu muitos armamentos e no final da Segunda Guerra mundial, em 1945 estava rico. A Europa toda arrasada. Logo, depois ocorreu o plano Marchal, lembrando que teve a crise de 1929 e após esse tempo a economia Norte Americana estava toda recuperada. O plano que falei foi pra recuperar a Europa e reconstruí-la.

Os Estados Unidos com sua indústria cultural começou a vender produtos ifonográficos, cinema, gibis, revistas e jornais sempre usando o termo América, desta forma se apropriando e o resto que sobrava era América Latina. Contudo, nós, também, somos Americanos, que vivemos no Brasil ou em qualquer outro país da América Latina.

Devemos ter uma visão bem crítica com os Estados Unidos e sempre duvidar de tudo que a imprensa fala, seja revistas, jornais, Globo, Record, pois, tudo é igual, sempre falam que os Estados Unidos são isso e aquilo, mas, é quase sempre uma invenção, fazendo parecer melhor do que é.

Abraços,

Zenilton Fernandes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário